30 de jul de 2008

Fim dos Tempos (2008)

Photobucket

O sexto longa-metragem do já aclamado diretor M. Night Shyamalan – os demais são: "O Sexto Sentido" (1999), "Corpo Fechado" (2000), "Sinais" (2002), "A Vila" (2004), "A Dama na Água" (2006) – é um filme que relata uma catástrofe global, porém o filme em si é uma catástrofe.

Quando somos apresentados ao filme o cenário é o Central Park em Nova York. O Alvo de Shyamalan são duas jovens sentadas e lendo, logo depois o foco fica nas plantas movimentando-se por causa dos ventos. Daí os coadjuvantes são as primeiras vítimas. Primeiro perdem a fala; depois perdem o sentido de orientação; e por último comete suicídio.

Esse é o passo inicial do filme. As primeiras duas cenas, incluindo a já citada, são conseqüências de uma força ou um vírus que se espalha e faz com que as pessoas enlouqueçam e cometam suicídio. Mais uma vez Shyamalan nos coloca diante de um filme que tem uma idéia interessante e apresenta um conteúdo nulo. Infelizmente Shyamalan erra em basicamente tudo, essencialmente em sua principal função como diretor. Ele carrega o filme nas costas, portanto a responsabilidade do resultado caótico do filme é única dele. Parece que toda a habilidade que o também reteirista tinha em criar ótimos diálogos, ficou em "O Sexto Sentido".

Aproveitando essa “deixa” de produções Hollywoodianas em que a história gira em torno de uma grande tragédia envolvendo todo o mundo – temos como exemplo “Eu Sou a Lenda” e “Wall-e” – Shyamalan quis arriscar em um projeto semelhante. Claro, o diretor se habituou a ser chamado de Alfred Hitchcock da atualidade, seria preciso um versão sua do tema.

M. Night Shyamalan se conectou ao roteiro e se desprendeu da direção. Explicável o resultado das péssimas atuações presentes: em especial Zooey Deschanel, que nos faz pensar que ela é uma criança. Mas nem mesmo o roteiro parece ter tido a atenção devida. Será que o diretor não acha uma forma melhor de nos narrar os acontecimentos pelo um noticiário de tevê de forma tão banal. Mark Wahlberg é o único do elenco que desempenha seu papel, mesmo que o roteiro não ajude ele está lá franzino a testa cada fez que Shyamalan dar um close-up em seu rosto e criando um pouco de tensão ao filme. Os restante do elenco estão alí só por está.

E o diretor novamente apela para Ciência X Fé. Temas que já estamos cansados de ver em filmes de Shyamalan. Se ele liga ou não para críticas tão negativas? Acho pouco provável. Me pergunto como um cineasta que zela tanto pelo seu nome nos entrega isso? Ele é hoje um dos caras mais bombardeado pela crítica. Só que ele não se prende a nenhum filme, ele usa-os para chamar público, isso resulta em mais “pérolas” como essa.
Photobucket

5 comentários:

  1. Não cheguei a achar esse "Fim dos Tempos" um desastre, mesmo sendo o mais fraco do Shyamalan até agora e ter muitas falhas mesmo - especialmente quanto ao roteiro, ainda que o argumento seja muito bom. Mais sorte para o diretor em seu próximo projeto...

    ResponderExcluir
  2. Por ter assistido "Fim dos Tempos" sem qualquer expectativa, acabei achando que este filme não foi tão ruim quanto eu pensava. Concordo que Zooey Deschanel está péssima e começo a concordar com aqueles que acham que o Shyamalan deveria deixar de filmar seus próprios roteiros. Este tem sido o calcanhar de aquiles de seus últimos filmes.

    ResponderExcluir
  3. Postei sobre ele no memso dia. ;)

    Eu gostei do filme, mas é óbvio que possui bastante falhas. A opção é nossa de escolher para que lado damos mais atenção. Pois virtudes a obra também tem.

    3 estrelas

    ResponderExcluir
  4. O vento é o grande protagonista desse filme. Fato.

    ResponderExcluir
  5. Vicícius, eu concordo. Esse filme não é um desastre, e o argumento do cineasta é realmente muito bom, o que faltou foi aproveitamento.

    Kamila, eu não tinha nenhuma expectativa em relação ao filme. Só quando vi o trailer no cinema informando que era o mesmo diretor de "O Sexto sentido" e "Sinais" minha expectativa aumentou um pouco. Acho que Shyamalan sabe se posicionar melhor como diretor, no roteiro ele tem se enfraquecido bastante.

    Wally, seu comentário resume tudo, cara! Nesse caso o público em geral dará mais atenção à história, que caminha bem até certo ponto.

    Fabi, concoro plenamente! Rouba a cena. Literalmente. ;DD

    ResponderExcluir

Seguidores