18 de jan de 2010

Comentando o Globo de Ouro 2010



A noite começou com Rick Gervais (roteirista de The Office) tirando sarro de Steve Carell e Hugh Laurie. Logo depois entrou Nicole Kidman e entregou o primeiro prêmio da noite à Mo’nique por sua performance em Preciosa. A atriz se emociona, "Estou tremendo, no meio do meu sonho", ela agradece o marido e Lee Daniels (diretor do longa). Pouco depois foi a vez de Up – Altas aventuras levar seu primeiro prêmio de dois da noite, animação e trilha sonora. Michael C. Hall, que luta contra o câncer e diz estar bem, recebeu – finalmente – o conhecimento merecido por sua atuação em Dexter, antes dele John Lithgow recebeu o troféu de ator coadjuvante em série também por Dexter.

Cher e Christina Aguilera entregaram o prêmio de melhor canção orginal e trilha sonora, respectivamente Crazy Heart, pela canção The Weary Kind e Up – Altas Aventuras. Meryl Streep venceu por sua atuação em Julie & Julia, a diva deu um show de humildade em seu discurso. Outro discurso que é bom lembra é o de Drew Barrymore, por Grey Gardens que venceu também melhor telefilme. O prêmio de melhor roteiro acabou indo para Amor sem Escala, embora Bastardos Inglórios merecesse mais.



Como era de se esperar Mad Men venceu melhor série drama e pouco depois Halle Berry deu o prêmio de Melhor Ator Coadjuvante para Christoph Waltz por Bastardos Inglórios – o único, mas não indigno de importância, prêmio do filme de Tarantino. Talvez um dos melhores momentos da noite – se não o melhor - foi a consagração de Martin Scorsese com o prêmio Cecil B. De Mille pela contribuição ao cinema. Mel Gibson apresentou os indicados a melhor direção com vitória merecida de James Cameron, por Avatar.

A maior picaretagem da noite foi Se Beber, Não Case ter vencido ao invés de 500 dias com ela ou Nine. Então surge a pulga atrás da orelha: será que o Globo de Ouro está premiando os mais populares? Sandra Bullock fez um discurso humilde pra o seu prêmio esperado de melhor atriz dramática em The Blind Side. Uma surpresa não muito agradável foi a vitória de Robert Donney Jr. Por seu papel em Sherlock Holmes. Apesar de gostar muito do ator ele não merecia tanto quanto o ótimo Joseph Gordon Levitt em 500 dias com ela.


Já no final da cerimônio Kate Winslet entra para apresentar o prêmio de melhor ator e repetindo o resultado do Critic’s Choice Awards, Jeff Bridges vence por Crazy Heart. Depois de um intervalo os nervos já estavam a flor da pele para saber se teríamos outra surpresa desagradável ou se o vencedor seria o previsível. De um lado Amor sem Escalas que já havia vencido melhor roteiro na noite e do outro Avatar a produção milionária que já chegou aos dez dígitos na bilheteria e já havia vencido melhor direção. E para minha – não total – felicidade o grande vencedor da noite foi Avatar.

VENCEDORES [por ordem de entrega do prêmio]:
Atriz Coadjuvante: Mo’Nique, por Precious
Atriz de Série de TV - Musical/Comédia: Toni Collette em United States of Tara
Ator Coadjuvante de Serie, Minisséries ou Telefilme: John Lithgow em Dexter
Animação: Up - Altas Aventuras
Ator de Série de TV – Drama: Michael C. Hall em Dexter
Atriz de Serie de TV – Drama: Julianna Margulies em The Good Wife
Canção Original: The Weary Kind - Crazy Heart
Trilha Sonora: Up - Altas Aventuras
Minissérie ou telefilme: Grey Gardens
Ator de Minissérie ou telefilme: Kevin Bacon em Taking Chance
Atriz de Minissérie telefilme: Drew Barrymore em Grey Gardens
Roteiro: Up in the Air
Ator de Série de TV – Musical/Comédia: Alec Baldwin em 30 Rock
Filme Estrangeiro: A Fita Branca
Série de TV (Drama): Mad Men
Atriz Coadjuvante em Série, Minisséries ou Telefilme: Chloë Sevigny em Big Love
Ator Coadjuvante: Christoph Waltz por Bastardos Inglórios
Diretor: James Cameron, por Avatar
Série de TV (Musical/Comédia): Glee
Filme de Musical ou Comédia: Se Beber Não Case
Atriz - Drama: Sandra Bullock por The Blind Side
Ator - Musical ou Comédia: Robert Downey Jr. por Sherlock Holmes
Ator - Drama: Jeff Bridges por Crazy Heart
Filme - Drama: Avatar

Comentários dos indicados, clique aqui.

3 comentários:

  1. Eu gostei dos vencedores, Tive surpresas não muito agradáveis como 500 Dias com Ela não levar nada! Ator com/mus TINHA que ser o Joseph G-Levitt, ele foi muito bom no papel, carismático e divertido!

    Sandra Bullock, um dos melhores momentos da noite!

    Avatar consagrou como O Filme de 2009, mesmo tendo tido pouco tempo no cinema! Mas merecidamente! Fico pensando se não tivesse existido Avatar ainda, a noite seria de Bastardos sem dúvidas!

    Abraço

    ResponderExcluir
  2. No geral foram bons vencedores, só a cerimônia é que foi um tanto cansativa. Gostei das fotos, adoro o pessoal de "Mad Men"!

    ResponderExcluir
  3. Achei a cerimônia com surpresas somente na parte de TV - a HFPA foi muito conservadora na parte de cinema. Nunca esperava as vitórias de John Lithgow, Michael C. Hall e Chloe Sevigny. No mais, só queria que o Ricky Gervais tivesse se saído melhor.

    ResponderExcluir

Seguidores