22 de mar de 2008

Não Estou Lá (I'm Not There, 2007)

Não Estou Lá conta de uma forma bem confusa a vida de Bob Dylan em várias fases. Não é necessariamente uma biografia do cantor, é uma história muito singela com atores fantásticos, gostei do filme. Por algumas razões, em alguns momentos ele se perde. Seis atores o interpretam. Da infância, interpretada pelo garoto negro Marcus Carl Franklin aos anos 60 (período de Cate Blanchet), quando incorporou uma banda de rock e foi chamado de taidor da música Folk. Aclamado no festival de Veneza deste ano, onde teve sua estréia mundial, o filme tem sido elogiado pela ousadia e pelas belas cenas. Christian Bale, Richard Gere, Heath Ledger e Ben Whishaw completam o elenco.

Já mencionei que o filme é muito confuso, e é mesmo. Na maioria das vezes. Isso não o torna ruim, nada mais é de que uma mistura desorganizada de fatos ocorridos na vida de Dylan. A grandes músicas do B. D. melhoram muito, as letras marcantes, a voz inesquecível. E lá está Cate Blanchet atacando novamente, até ela é Bob Dylan. Não é a toa que ela é considerada uma das melhores atrizes da atualidade. Destaque mesmo é Marcus Carl Franklin, o garotinho que vive Dylan aos 11 anos, no momento em que foge de casa disposto a nunca mais voltar. Ele é cheio de carisma e talento, vai longe.

O problema do filme é que é mal utilizado, totalmente desorganizado. Confundindo a cabeça das pessoas. O estilo documentário em algumas partes deu muito certo, pra mim os melhores momentos. Não sei qual será a reação de fãs de Bob Dylan. O filme poderia ser perfeito se o diretor, quase estreante, Todd Haynes soubesse aproveitá-lo. São baseadas em histórias reais, exageradas, mentirosas e incríveis de Bob Dylan. Mesmo não tendo gostado muito, vale a pena dar uma conferida. Uma dica, assista mais de uma vez caso não o entenda, tente acompanhá-lo calmamente, pois é preciso prestar atenção em cada detalhe.

COTAÇÃO: 3 estrelas

6 comentários:

  1. vlw pela visita mano ^^
    e o layout do seu blog é igual ao que eu usava antes, só que todo editado por mim =p
    abraço ;)

    ResponderExcluir
  2. São baseadas em histórias reais, exageradas, mentirosas e incríveis de Bob Dylan.

    O problema é saber o que é verdade e o que não é ,na vida desse grande mito.

    Ainda não vi o filme.Mas com certeza vou com o espírito desconfiado, aliás eu já estava meio que torcendo o nariz para o filme, muito embora eu não possa opinar ainda sobre ele,

    ResponderExcluir
  3. Passando pra lhe agradecer o comentário feito no meu blog!

    Abraço!

    ResponderExcluir
  4. Não achei o filme confuso.
    Apenas não se atém a cronologias nem a concretudes relativas à vida do astro.
    Mas como concepção é algo revolucionário. Há algo de Citizen Kane nele.

    Postei sobre o filme há alguns meses, mesmo antes de tê-lo visto.
    Gostei.

    ResponderExcluir
  5. É sempre bom discutir com pessoas que gostam e intendem de cinema!!!

    Desculpe-me ô "de cima sem nome" mas compará-lo a Cidadão Kane é um exagero.

    Respeito sua opinião e recebo todas mesmo xingando.

    Achei o filme confuso em algumas partes sim, em outra porém achei o filme fabuloso.

    Por causa de sua analisei melhor o filme, colocando nele mais uma estrela =]

    Até mais...

    ResponderExcluir

Seguidores